Atelié sobre Obrigação dos Bancos na Luta contra o Branquemento de Capitais e Financiamento do Terrorismo

A Associação Profissional de Bancos e Estabelecimentos Financeiros da Guiné-Bissau (APBEF-GB) promoveu nos dias 19 e 20 de Agosto na sua sede, em Bissau Velho, um atelié de formação subordinado ao tema “Padrões Principais de luta contra o Branqueamento de Capitais e o Financiamento do Terrorismo: Obrigação dos Bancos”.

A acção de formação destina-se ao reforço de capacidade de uma dúzia de funcionários dos quatro bancos comerciais do país, nomeadamente os afectos aos serviços de controlo, de conformidade e da direcção comercial, a fim de melhorar a colaboração do sector bancário com as entidades públicas empenhadas na luta contra o branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo.

Os participantes foram familiarizados com a legislação, directrizes e recomendações relativas à luta contra o branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo. A administração do atelié esteve a cargo de técnicos da Célula Nacional de Tratamento de Informações Financeiras (CENTIF), organismo sob tutela do Ministério das Finanças e que coordena a luta contra o branqueamento de capitais.   

CONTACTOS: 598 35 35 / 668 12 88 / Email: ausendacardoso@yahoo.com.br

22 Dez 2013